Mar de rosas?!

Quem falou que vida de recém casado é um mar de rosas me enganou direitinho!!! Não que eu não esteja feliz com meu amor!!! Estou sim muito feliz e tenho certeza que fiz a escolha certa!!! Mas é que toda fase de adaptação tem seus percalços!!!

Temos que nos adaptar um às manias do outro!! Eu tenho que me adaptar mais à bagunça dele… e ele tem que entender mais meu desejo de organização. Temos que nos adaptar a estar sempre juntos (sim, até isso exige adaptação!!), afinal ninguém tem mais o “seu” quarto, aquele refúgio espiritual!! Agora é o nosso quarto. E este tem direta conexão com a nossa sala (é, não temos porta!!).

Enfim, quem já é casado e quiser me contar como foi… por favor, preciso saber que não sou a única a não viver o tal mar de rosas!!! (quer dizer, até acho que é um mar de rosas sim… mas com alguns espinhos de permeio!!!) 🙂

Beijos, Dani

PS1: antes que alguém pergunte… tá tudo bem com a gente sim!! Só uma crise da vida “adulta”!!!

PS2: esse final de semana foi a formatura do meu cunhadinho!!! Nem acredito que ele já virou médico também!!! Não temos fotos com ele… só do casal. Tão lá no flickr, quem quiser ver é só clicar no link com as fotos logo abaixo!!!

PS3: gostaram do novo layout do blog?!!? Eu que fiz!!! Quer dizer, eu que troquei a foto do tema já pronto do wordpress!!! hehehehe

Anúncios

13 Respostas

  1. Dani,

    :************

    Bom, dia 30 deste mês eu e Fábio completamos 1 ano de casados. Teu post não tem nada de absurdo! No início, a coisa toda realmente é muito complicada mesmo. Vamos fazer 7 anos juntos também, mas isso não significava que apesar de tanto tempo juntos conhecéssemos profundamente as manias do outro. Fábio e eu ainda temos perrengues por causa de bagunça, mas hoje não rola brigas mais. Peço a ele para arrumar coisa tal, na boa, e ele faz.
    Talvez o segredo também seja não se estressar tanto e tentar se colocar na posição do outro também. Fazer concessões tb é importante. Enfim, casamento precisa de muito de compreensão no meio, Dani, mas acho que vocês vão conseguir um equílibrio sim. 🙂

    Beijooooooooo

    Jana.

  2. è normal Dani, no meu caso ainda foi mais dificil, eu era pra la’ de adulta, livre leve solta e independente.
    Eu sai de casa sem me preocupar com nada. Na nossa primeira viagem ao brasil, me deparei com ter q deixar a casa em ordem, as a cama feita, a cozinha arrumada, pq se eu nao fizesse ninguem faria, e a casa ficaria assim pelo tempo q eu estivesse fora. Antes era fazer as malas e partir.
    Mas a gente se acostuma.
    Bjs

  3. Dani, Dani!!! Bem vinda ao mundo dos casais normais… hehehehe… eu já fui casada por quase 7 anos e tive outros dois relacionamentos: um de dois anos e outro de um mês e meio… quer dizer, experiência eu tenho!!! E é assim mesmo… no início é tudo lindo, novo, maravilhoso. Depois vem essa crisezinha aí que vc está vivendo e depois tudo volta ao normal. Eu, que já tive todos esses relacionamentos ainda posso passar por várias crises, porque cada pessoa tem um jeito. Nos 3 casos, tudo foi diferente. Os dois primeiros foram mais fáceis, mas, este último, foi um desastre. Mas não foi por falta de esforço que não deu certo. Foi porque não era pra dar mesmo. Então, fique tranqüila porque é uma fase de adaptação. Todo mundo tem a sua individualidade e precisa ter seu espaço, mesmo um casal. Têm que ter atividades juntos e separados também… isso é minha opinião, claro. Sair com as amigas pra um chopp ou comer uma pizza com os colegas de trabalho é um programa legal para fazer separados. E dá saudade e a gente aprende a valorizar a companhia do outro!!!
    Beijos querida. E ótima semana.
    PS: adorei o layout do blog!

  4. Eu sou bem mais contundente que você: eu acho dificilíssima a vida a dois, e olha que meu marido tem um caráter muito tranquilo, muito na dele, nao reclama de nada ( eu reclamo pelos dois!). Comigo vai por épocas: tem vezes que eu nem ligo que ele espalha coisas, outras vezes dou piti e fico chata pra caramba; coisinhas assim do dia a dia que às vezes me irritam; coisas que cada um tras da maneira como foi criado e que às vezes chocam mesmo. maneiras diferentes de se fazer as coisas, costumes, manias. Mas quando um conhece bem o outro até aprendemos a amar as chatices do outro também e relevar, no final pode gerar até boas risadas, como é o nosso caso. Só nao pode deixar ficar pesado e deixar que essas coisas cotidianas atrapalhe a relaçao. No final, é tudo bobagem.
    abraços

  5. Kkkkk… Dani, liga nao que eh assim mesmo. Com os anos voce se acostuma com a bagunca dele e ele com sua organizacao :).

    beijocas
    Lys

  6. Dizem que é assim mesmo hehehehe

  7. Ainda não me casei portanto fica complicado te dar uma opinião né dani.Adorei teu coments lá no Banga estava com saudades …Beijos

  8. Pois é, casamento é um eterno “abrir mão”, “adaptação”, etc…mas se tivermos paciência, perseverança chegamos lá…Meus pais fazem 53 anos de casados dia 12/02 e minha mãe vive brigando com ele…hihihi…preste atenção…ela briga com ele…viu?
    por isso que se entendem…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..
    Bjs e bem vinda ao mundo adulto….rsrsrsrsrsrs

  9. oi querida, ficou fofo o novo lay! quanto a vida de casada, pra ser sincera eu acredito que o dia em que a gente “parar de se adaptar” acaba a graça. O mais importante é estar sempre aberta a conversas, negociações, entendimentos. Respeitar o limite e o jeito de ser do outro, mas acima de tudo, impôr pequenas regras pro funcionamento da casa, afinal,se os dois trabalham fora, precisam se ajudar mutuamente a manter as coisas no lugar. Nós temos regras aqui em casa e de vez em quando precisamos fazer alguns ajustes – isso porque fizemos 8 anos de casamento em dezembro! temos nossas diferenças e de vez em quando o “barraco balança”.

    Um beijão!!!

  10. Por isso que eu sempre digo: vai morar junto primeiro e decide se casa depois! hehehe… brincadeirinha… convivência tem dessas coisas mesmo, mas o amor vence no final. Bjs e obrigada pelo link!

  11. É assim mesmo !!! Esse ano faço 10 anos de casada e até hoje tem coisas que vamos ajustando … Afinal , como você mesma disse , temos que nos adaptar um ao outro … Pois podemos até ter virado um casal mas ainda somos dois seres diferentes …
    Até hoje não tive nenhuma briga com meu marido mas conversamos quando queremos ajeitar algo que não estamos curtindo …
    Beijinhos e tenho certeza que vcs serão FELIZES PARA SEMPRE !!!

  12. Concordo com a Adri… ainda estou no test drive!!! heheheh

  13. Dani eu tive um longo tyempo de adaptação amiga…
    Eu pensei que seria tudo tranquilo, mas eu acabei enrolando tudo, mas meu maridex totalmente calmo e paciente me ajudou muito tbm.

    A vida a dois é assim amiga, um dia de cada vez e os dois juntos e superar.

    Um bjão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: